Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

O MULTIBANCO MAIS ISOLADO DO MUNDO

Mäyjo, 29.09.16

wells fargo_SAPO

Em 1988, a Wells Fargo instalou uma caixa multibanco na Estação de McMurdo, na Antártida, cuja população varia entre os 250 e os 1000 habitantes, dependendo da estação do ano.

Tal como noutras pequenas comunidades, o comércio é fulcral em McMurdo – existem cafés, mercearias, bares e um posto dos correios, e o dinheiro é trocada entre esta economia fechada. Alguns sítios apenas aceitam dinheiro em papel, outros têm mínimos de cartão de crédito que são difíceis de atingir quando são apenas precisam alguns produtos.

Segundo o porta-voz da Wells Fargo, Kristopher Dahl, a empresa forma o staff de McMurdo para fazer pequenas reparações à máquina; existe também uma segunda máquina de multibanco que pode ser "canibalizada" pelas suas partes. “A cada dois anos, ambas as máquinas são abertas e é-lhes colocada a tecnologia mais atual”, explica Dahl.

Os comerciais responsáveis por este trabalho passam por um exame físico e outro psicológico para saber se estão equipados para lidar com o clima da Antárctida, em caso de terem de ficar retidos.

A máquina tem apenas notas americanas – o staff pode trocar o dinheiro na base de Scott, a 3,2 quilómetros de distância. Não existe dólar da Antártida, apesar da Antarctida Overseas Exchange Office produzir notas coletáveis que vendem ou compram o seu valor fácil até que este dinheiro, digamos, falso, expire.

Quem disse que a Antártida não tem moeda?

E se alguém tiver recursos financeiros suficientemente abastados para perder a cabeça e levantar todo o dinheiro, arruinando a economia de um continente inteiro? “Isso seria interessante, mas por razões de segurança não podemos partilhar quanto dinheiro está na máquina”, concluiu, ao Mental Floss, o porta-voz da Wells Fargo. Mas quem o faria?